21 de set de 2016

Repostando: Um pouco sobre feminismo

 Esses dias eu postei sobre feminismo e alistamento militar obrigatório e depois desse post as visualizações do blog que eram de 20, no máximo, diárias passaram para 100 e agora estão entre 100 e 200. Então fui ver um post legal sobre isso e j´faz um tempo que postei falando dos princípios feministas e achei importante repostar isso. Bora lá ver esse post tão importante para a atualidade?


Eu sei que muitos sites estão falando sobre o assunto assim como sei que a maioria das pessoas não irá ler esse post até o final e já estou conformada com as duas coisas. Esse post é mais uma tentativa de fazer com que as pessoas entendam que o feminismo não é uma mulher querer virar um homem e se eu conseguir mostrar isso para uma pessoa que seja eu já estarei feliz. Aproveitando que hoje é o dia internacional da paz vejam isso como um modo de trazer paz ao mundo.

 O que é?
 O feminismo é baseado em direitos iguais. Ex: não é porque eu sou menina que não posso jogar futebol e não é porque sou menino que não posso dançar balé. Um exemplo melhor para meus leitores: não é porque sou um menino que não posso ser blogueiro ou viver no espaço da blogsfera. O feminismo é a igualdade entre os sexos.



O feminismo é algo atual?
 Na verdade não, o feminismo é algo muito antigo. Algumas pesquisas apontam que a primeira “onda” foi no século XIX. Então pensem: se pessoas daquela época, que eram tão conservadoras em questões que realmente importavam, já pensavam em uma igualdade entre sexos por que ainda há pessoas que não pensam assim?



Então o único objetivo do feminismo é acabar com a desigualdade entre os sexos?
 Não! O feminismo quer acabar com a opressão e com a ideia de que as mulheres tem que seguir o trabalho de dona de casa. É fato que nossas mães ensinam mais as mulheres a arrumar a casa do que ensinam os homens, agora deixe um homem morando sozinho por um mês sem dinheiro para contratar uma empregada doméstica pra ver se ele não aprende a cozinhar e arrumar a casa rapidinho. 


 E sabe quando uma mulher passa na rua e alguém grita “Gostosa!” ou até mesmo “Acabada!”? Um feminista também é contra isso. Eu devo dizer que nunca vi uma mulher gritar coisas do tipo para um homem e se gritar leva na cara e sai com fama de amostrada, vadia e etc.
 Pra quem chegou nesse ponto do post lendo tudo só quero dizer obrigada e que eu espero que tenham entendido um pouco melhor o que é e resolvido adota-lo na sua vida. 


Ru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai comentar? Ótimo. Mas temos algumas regras:
1- não fale palavrões, não ofenda ninguém
2- sempre deixe o link do seu blog para eu poder vê-lo
3- avise se estiver seguindo, talvez eu também goste do seu blog e siga
Obrigada por comentar!
E seja bem vindo ao Florescer