19 de fev de 2018

Resenha: Convite para um homicídio



Não é novidade que eu adoro ler, principalmente se estivermos falando de Agatha Cristie. Considerada a Rainha do Crime, Agatha Cristie é a autora de Convite para um homicídio, um livro que promete te prender.
Sobre o que é o livro?
Numa manhã tranquila todos lêem o jornal Gazette quando se deparam com um pequeno anúncio, um convite para um homicídio. Pensando se tratar de uma brincadeira onde uma pessoa é o detetive e o outro o assassino, todos vão dar um pulinho lá. Infelizmente a dona da casa sofre um atentado e aí começa uma série de assassinatos aparentemente sem lógica, já que o autor dos disparos contra a dona da casa morreu naquele dia e os assassinatos o procederam. Quem será o culpado? Ou seriam culpados?
O que achei?
Gente, admito que sou suspeita a falar dos livros dessa autora maravilhosa. Já li alguns livros dela e não me arrependi de nenhum. Mas esse em especial me deixou de boca aberta. Admito que foi o primeiro que tive uma idéia de como seria o fim ainda no meio dele, mas o desenrolar foi perfeito. Não houve parte nenhuma do livro em que não houvesse ação. É fácil de entender, todas as pontas soltas são atadas no final.
Só um detalhe que ela não mostra no meio e mostra depois que me incomodou, não sei se pra manter o mistério ou se foi porque ela resolveu o final depois e aí acabou se enrolando um pouco. Fora isso tudo ok. Recomendo muito ele. É ótimo pra quem gosta de suspense, e ainda trás romance junto. No fim dele, creio que houve um trocadilho com o nome de outro livro dela "os elefantes não esquecem", outro livro que vale muito a pena.
Espero que gostem do livro, tem algum livro pra me indicar? Fala nos comentários que eu tento ler e resenhar aqui no blog.
Beijos, Ru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai comentar? Ótimo. Mas temos algumas regras:
1- não fale palavrões, não ofenda ninguém
2- sempre deixe o link do seu blog para eu poder vê-lo
3- avise se estiver seguindo, talvez eu também goste do seu blog e siga
Obrigada por comentar!
E seja bem vindo ao Florescer